Exemplo perfeição divina

" Estás a fazer (ver) aquele filme que te falei mais cedo? " Hás vezes penso na dedicação que Deus deve ter tido para te c...




"Estás a fazer (ver) aquele filme que te falei mais cedo?"



Hás vezes penso na dedicação que Deus deve ter tido para te criar. É obvio que Deus se esforça ao máximo para escolher e criar a cada um de nós, mas falemos de ti porque é a ti que eu conheço bem. Na forma como ele te criou dessa forma especial,  com essa cara fofinha e esse **** jeitoso, com esses olhos coloridos e carinhosos, e com esses lábios tão perfeitinhos, que esboçam um dos sorrisos mais bonitos que eu conheço.
Na força como Ele cuidou de ti enquanto passavas por despercebido no ventre da tua mãe, e enquanto te davam quase por morto. Imagino-te a seres guardado nas grandes e generosas mãos do nosso Criador, enquanto os médicos faziam os possíveis para te trazer a ti e preservar a tua mãe. Imagino um exército de anjos, naquele dia, a fazerem de tudo para que tu conseguisses sair do ventre da tua mãe, e para que ela pudesse continuar a servir ao Senhor, e a educar no seu caminho a ti e aos teus irmãos.

Não digo que Deus não se esforçou tanto para criar outras pessoas que possam ter nascido com menos beleza, nada disso, porque cada um tem a sua beleza. Apenas acho, que muitas vezes o nosso Criador pode, propositadamente, criar-nos em função daquilo que será o nosso futuro.Ele pode perfeitamente tirar a imensa beleza a alguém que Ele saberia que se haveria de perder no mundo das aparências.
Mas isto são apenas suposições.
Quem sou eu, um ser caído, para imaginar e adivinhar a forma como o meu Pai celestial pensa, e age, e o porquê de Ele fazer as coisas de certas formas, as quais apenas um dia no céu teremos conhecimento.

No entanto, não consigo deixar de pensar na dedicação que o Senhor empenha na criação de cada um de nós, e pergunto-me em que é que o nosso Deus terá pensado, quando te criou a ti, e me criou a mim.
Pergunto-me se, naquele dia em que Ele te salvou da morte, Ele lembrou-se não apenas do trabalho que ainda virias a desempenhar para Ele, mas também da importância que terias na minha vida (pessoal e espiritual). Pergunto-me se Ele se lembrou de mim e, abanando a cabeça, te segurou pela mão e te fez viver.
Pergunto-me se Ele se lembrou que eu gosto de rapazes baixinhos e miudinhos, com espírito de criança, honestidade, fieldade e simplicidade de espírito. Pois Ele fez questão de pôr cada detalhe em ti, desde o mais pequeno ao maior, ao ponto de te deixar tímido e carinhoso, e de te fazer odiar a monotonia.

Ou será que pelo contrário, Ele se lembrou de ti quando me criou, fazendo com que um acidente acontecesse de forma a eu nascer, idiota, despistada, boba, faladora, pouco importada com maquilhagem como tu gostas, sorridente e positiva para cobrir essa tua parte depressiva, extrovertida e criança para saber aceitar as tuas pancadas e compreender as tuas brincadeiras e pancas, com pelos na cara para completar aqueles que tu não tens, e com uma ***** ****** para não teres que te queixar, e reparares na minha existência.
É claro que Ele fez com que eu gostasse de fotografia, de aves, de desporto e de caminhar e andar de bicicleta rápido, mas o que mais me fascina, é que de certa forma as nossas diferenças são compatíveis.


Pergunto-me se, naquele dia em que a Lia se lembrou de me convidar para o Salgueiro, Deus estava a sorrir do outro lado


Já tivemos uma barreira entre nós. Namorávamos, mas parecia que eu não conseguia te ajudar, tu dizias que eu não te conhecia, e que não precisavas de ir comigo para onde quer que fosse.
Sabes quem destruiu essa barreira?
Aqueles dois meses que Deus nos deu acabaram totalmente com ela.


É engraçado, porque o meu coração continua a bater tanto cada vez que eu te vejo no meu computador, ou cada vez que penso em ti, ou cada vez (que são muitas) em que desejo fortemente que estivesses ali, ao pé de mim.


"Dos aproximadamente 300 milhões de espermatozóides eliminados na ejaculação, apenas cerca de 200 atingem a tuba uterina, e só um fecunda o ovócito II." Em 600 milhões de espermatozóides eliminados acidentalmente, dois fecundaram o ovócito no mesmo mês. Um deles tornou-se em feto num lugar que para mim ainda é um mistério, fazendo me acreditar que esteve algures nas mãos de Deus. Em 7 bilhões de pessoas que foram sucedidas em fecundar o óvulo, estes dois encontraram-se. Ainda que vivendo por 18 anos em diferentes cidades, o mais velho vivendo rodeado de 78 mil pessoas, e a mais nova vivendo rodeada de outras 99 mil, ainda assim, eles se encontraram e se apaixonaram.

Agora tudo que os separa é apenas 5 dias de idade, dois meses e meio sem se verem e 3 200 km de distância entre eles. Um dia a separação será maior: a distância atingirá os 13 000 km, e o tempo poderá ultrapassar os 9 meses.
Mas maior do que aquilo que os separa, maior do que a distância do globo terrestre, o relógio mundial e o calendário anual, é aquilo que os une: não apenas cumplicidade, união e amor, mas acima de tudo, confiança no seu Criador e mantenedor, que planeou o seu nascimento, o seu encontro, e tratou de "lançar os pozinhos" para juntar estas duas criaturas que Ele criara.







"Hoje é daqueles dias que  precisava de te ter ao pé de mim."
"Para mim eh todos os dias, por isso xiu"



You Might Also Like

0 comments

Having a good time reading? Please leave us a comment below!

Responsive World Map

Footer Menu




Instagram

Footer social

TERMS AND CONDITIONS
|
PRIVACY POLICY