Penela, wow *-*

E lá vinha a Daniela de autocarro, desta vez desde Lamego, já-se tinham passado variadas atrocidades entretanto e o autocarro nunca m...



E lá vinha a Daniela de autocarro, desta vez desde Lamego, já-se tinham passado variadas atrocidades entretanto e o autocarro nunca mais vinha. Foi então que, depois de muita hora de atraso, ele chegou e, rumo a Viseu, lá foi a Daniela com um problema do bilhete -.-
Chegando ao meu destino, tive de fazer algo que não gostei muito, por motivos de honestidade, e então lá me encontrei com a Lia.
A viagem até Coimbra lá se fez, e já eu estava farta de viajar naquele dia, e a fome não me estava a perdoar. Acontece que, assim que cheguei a casa do Coelho e ele quase nos matou por estarmos a falar muito enquanto as outras pessoas (Rita) estavam a dormir, eu repeti umas 3 vezes o jantar dele para tentar matar a fome :O
Consequentemente, acabei por dormir super cheia, mas com a esperança de não ter de acordar com as galinhas no dia seguinte.
É certo que nos levantámos um pouco mais tarde, e isso deixou-me extremamente feliz logo de manhã :D Vesti-me, arrumei-me e saímos logo logo, já lá iamos nós de novo em viagem -.-'
Assim que chegámos à cidade de Penela, eu fiquei boquiaberta a olhar para a vista da entrada *-* Achei super bonito mesmo! Mas então continuamos a andar de carro e andávamos, andávamos, andávamos... A certa altura eu já não via a tal cidade bonita em lado nenhum e já só nos encontrávamos rodeados de árvores e mato. Mas afinal de contas, onde é que a igreja existe? :O
E assim lá continuavamos a andar de carro pelo monte acima, até que chegamos a uma entrada bueda grande, com uma vista brutal, e uma paisagem ao redor ainda mais brutal. Eu só pensava cá para mim: "Não, isto não é a igreja :o"
E não, no fundo não era bem a igreja, era a Clínica do Doutor Viriato, que eu andava tão out das actualidades e no GAM, que não ouvi nada de nada daquilo -.-'
Então, depois de eu fartar-me de olhar ao meu redor e dizer "wow", "wow", entrámos dentro de um edifício o qual eu achei super querido como recinto de igreja. Era um "wow" praticamente também.
Mal chegamos, estava um dos moços do projecto, alemão, a fazer a introdução da escola sabatina enquanto que o Jetro (que preparou o workshop de como dar estudos bíblicos no GAM) o traduzia. O quê? Jetro? Sim, ouviram bem, o Jetro! Ya, eu por volta desta altura muito provavelmente continuava a fazer "wow" ahahahahaha
Entretanto separámos duas classes: uma em português e outra em inglês, nas quais deu para perceber muito bem que havia pessoas que se contradiziam imenso e que só mesmo com a ajuda do Espírito Santo elas vão poder se safar perante uma discussão com um discrente, muito provavelmente acabarão por-lhe dar razão :|
Enfim, terminada a lição da escola sabatina, houve um pequeno intervalo onde fomos à casa-de-banho, tivemos oportunidade de respirar ar fresco, voltar a fazer "wow" novamente e discutirmos um pouco o que seria feito de seguida enquanto que eu afofava a cadelinha que por lá andava.
Posto isto, foi pedido que alguém contasse uma história às crianças ou que testemunhasse algo. Bem, tinha eu andado na semana anterior a tratar de um projecto para uma das minhas especialidades evangelisticas, e tinha passado a viagem a contá-la à Lia, pelo que o Fifas e o Daniel, homens de ouvidos abertos e atentos, sugeriram logo que eu teria algo a contar.
E enfim, assim foi que o culto foi dado pelo Daniel, e o meu testemunho dado antes dele, ambos traduzidos pelo pastor Daniel Bastos para o inglês.



Mal acabámos, tivémos a oportunidade de dialogar com diversos visitantes habituais ou talvez não tão habituais da igreja em Penela, pôr em prática as nossas capacidades linguísticas universais no que diz respeito á lingua inglesa, e dar uma grande volta enquanto analisavamos o local, tirávamos fotografias, e continuávamos com o "wow". Nada melhor para uma pessoa como eu que adora locais novos, fotografia e recantos bonitos, especiais e diferentes daquilo que estou habituada e que conheço.
Entretanto foi o almoço. É verdade que fiquei espantada com o tamanho dos pratos do Jetro, do Fernando e do tal moço alemão (kawaii até :D), mas apenas horas depois fui informada de que eles não jantam, apenas almoçam (em grande, claro) e lancham mais tarde.
Sei que eu comi imenso defenitivamente, a comida estava maravilhosa, e enchi-me do bolo de alfarroba e das barritas de cereais super super boas, que eu adorei (contrariamente a muita gente, excepto o Bruno Coelho que concorda comigo no paladar maravilhoso daquilo *___*), como se eu já não andasse a comer doces suficientes ultimamente -.-'


Acabando o almoço continuámos com a visita ao local, e então juntámo-nos para fazer o trabalho missionário. Nesta última altura tinham havido imensos incendios pela zona de Penela. Tudo á volta tinha ardido, e incluindo o pastor Daniel Bastos tinha passado por uma situação bastante caricata no que diz respeito ao incêndio, que lhe bateu bem à porta de casa.
O nosso primeiro caso foi alguém que simplesmente abriu a porta e fechou-a de seguida na cara, mas o segundo valeria por muitos outros. Encontrámos uma senhora que já tinha frequentado a nossa igreja, que entretanto mudou mas que se mostrou muito interessada em saber onde era o encontro naquela localidade.
O dia foi optimo, passou muito rápido. Eu passei a vida inteira a tirar fotografias e a aproveitar todos aqueles recantos fantásticos, mesmo que tudo à volta parecesse estar preto como que uma fornalha, em tantos locais, do lado das casas.
O melhor de tudo foi mesmo aquele homem a quem perguntá-mos:
"O fogo afectou a sua propriedade?"
"Não!" (a casa em que batemos, da qual saímos, tinha a vegetação à volta toda queimada, inclusive tinha apanhado o muro)
"Mas com o fogo aqui tão perto, com certeza que temeu o pior, não?"
"Não, claro que não. A casa não arde!"
O Bruno, depois de olhar para o muro e para a mata queimada ao redor ainda perguntou se aquela era mesmo a casa dele, ahahahah
Fantástico.



Foi uma experiência optima e, depois de vermos as optimas condições daquilo, eu a Lia decidimos que havíamos de passar lá uma semana como vountáriaaasss *_*
Oh yeah, é só mais uma coisa a se fazer nas férias, ehehehehe

You Might Also Like

0 comments

Having a good time reading? Please leave us a comment below!

Responsive World Map

Footer Menu




Instagram

Footer social

TERMS AND CONDITIONS
|
PRIVACY POLICY