Geração Adventista em Missão

A primeira vez que ouvi falar do GYC Portugal foi na I Convenção da ASI, em 1 de Outubro de 2011, Santarém. Lembro-me que soube à última ...


A primeira vez que ouvi falar do GYC Portugal foi na I Convenção da ASI, em 1 de Outubro de 2011, Santarém. Lembro-me que soube à última da hora da convenção, e nem sabia bem do que se tratava. Decidi, também à ultima da hora, arranjar forma de ir, e por um triz que não fiquei em casa ou em terra com a partida do autocarro.
O que é certo, é que fui à Convenção, e vim de lá extremamente preenchida e completa. Na altura, de todas aquelas actividades que ouvi falar e testemunhos dados, apenas uma eu sabia que podia participar: o GYC Portugal ( e lá imaginava eu que nesta altura já me seria tão fácil apanhar um autocarro com destino a Aveiro xD )

E aqui estou eu, depois de tanto tempo ausente do blogue, para escrever sobre uma experiência única: Geração Adventista em Missão.

Quando estava a preencher a inscrição que seria posteriormente enviada por correio, lembro-me perfeitamente de ter pensado "independentemente do que possa acontecer, eu não vou desistir de ir. Mesmo se eu tive muito trabalho a fazer." Semanas mais tarde, estava o governo a avisar a população portuguesa de que o feriado de Carnaval tinha sido abolido e como tal, até mesmo os professores teriam de dar aulas nesses dias. Eu simplesmente ignorei e faltei ás aulas na 2ª e na 3ª, acreditando que Deus iria fazer com que não me arrependesse.
Para ser sincera, na altura inscrevi-me no GAM por ser a única actividade da ASI que à primeira vista eu poderia participar, bem como porque esta parecia ser uma oportunidade para passar algum tempo com Deus, coisa que se torna extremamente difícil durante a Universidade.



E então fui. Quero realçar que fui extremamente abençoada nos mais diversos níveis durante estes 4 dias sensivelmente. Primeiro, tive a oportunidade de ouvir três maravilhosos oradores - o Rivelino Montenegro, que tem se tornado uma das pessoas as quais mais admiro a tantos níveis; o Spencer, que nos preencheu com as palestras da Guerra dos 5 sentidos e que, depois de tanto ouvir falar dele, já estava na hora de o conhecer!; E finalmente o Pastor Stephen Bohr, que foi uma pena ter falado sempre em espanhol, porque eu só foquei mesmo no culto, e achei-o fantástico! :3
Em segundo lugar, adorei (mas adorei mesmo) os seminários, que me ajudaram bastante em alguns níveis os quais estava a precisar:
- As Praticabilidades do Ministério entre Estudantes no Século 21: (Sam Walters) o seminário foi dado por um portador fantástico de experiência própria que, segundo o Rivelino, parecia o Eddy Murphy xD Sinceramente, o testemunho dele serviu como um exemplo poderoso para mim, que me sinto como única adventista numa universidade enorme, mesmo não sabendo se isso é o que se passa na realidade ou não (embora eu pense que sim, uma vez que não conheço mais ninguém e a igreja local também ainda não me deu nenhuma informação que prove o contrário). Para além disso, foi também uma óptima oportunidade para eu reflectir no que eu realizo cada manhã ou antes mesmo de iniciar os meus trabalhos. De tudo, foi dos que mais gostei pois foi o que mais se identificou comigo. Sigo como exemplo as palavras dele - "as pessoas por vezes esquecem-se do que é mais importante de tudo e substituem-no pelo que é importante agora".
- O poder da Oração em União: (Raluca Stefan) adorei os testemunhos que ela deu, bem como achei interessantíssimo a forma como é feita a oração em grupo, com todos aqueles compartimentos (louvores, confissão, pedidos, acções de graça) divididos por um trecho de uma melodia e uma pequena introdução explicando o que se iria passar de seguida.
- Como preparar e dar Estudos Bíblicos: (Jetro Dias Vieira) algo que já me tinha perguntado, como eu haveria de dar um estudo bíblico, este seminário veio como que uma resposta rápida e directa a uma das minhas dúvidas. Para além do Jetro ser fantástico, tive a oportunidade de recolher imensa informação acerca de como dar estudos bíblicos. Pelo meio perdi tudo, mas felizmente houve quem me passasse o dele ^^
- Identidade Cristã Adventista: (Dr. Francislê Souza e Pr. Paulo Cordeiro) para mim já foi um pouco mais previsível, uma vez que a meditação matinal tem falado exactamente sobre os nossos pioneiros, e tem sido uma benção o tema deste ano!



Par além disso, houve ainda outras coisas fantásticas que me fascinaram, como o testemunho da Vera sobre a sua luta de advocacia pelo sábado e a sala de oração em grupo, que deu-me um óptimo sentimento da presença de Deus de forma bem perto. É espantoso como é fácil uma oração deste tipo durar horas e horas e parecer tão pouco!
E como me souberam bem aquelas bolachas todas na sexta-feira à noite quando estava cheiinha de fome! Foram as de aveia da auchan, com as digestive go de maçã, com as outras do pingo doce com maçã, canela e sultanas, e foram umas mais não sei o quê.
Tive pena de não ter podido estar mais tempo com o pessoal de Viseu, especialmente com a Lia que tinha muuuuito para me contar, ahuahuah, mas o horário era extremamente preenchido, estavamos sempre atrasados e eu também tinha outras coisas para fazer (a)
Adorei a saída missionária e tive pena de ter sido tão pouco tempo, distribui 2 bíblias para mim e conseguimos um estudo bíblico na hora, mas foi bastante reconfortante +.+ Ouvi falar do GYC Europe e ainda tive oportunidade de arranjar já os contactos para a colportagem =3

Aprendi com o Rivelino que o Joel tem um sobrenome alemão, voltei a ouvir aquelas palestras fantásticas dele que têm sempre um fundamento científico (ele tem a capacidade de se servir daquilo que costuma ser usado para contrariar a bíblia, a seu favor - a ciência), e ainda tive a oportunidade de voltar a falar com ele, ficar com o seu contacto e preparar-me para um dia mais tarde lhe enviar o que comecei a escrever. Conheci os filhos super fofos do Spencer, a Rebeca em especial e o "minie me" do Joel xD

Tive ainda a oportunidade de poder estar um pouco mais com a Vânia e a Ana, pelo que está certo a minha ida ao ACNAC Companheiros como Amigo (e já companheira, até que em fim!) e quem sabe ao Impacto, eu A-D-O-R-A-V-A! =3



No final do evento, muita coisa mudou: mudaram os meus hábitos musicais, os meus hábitos matinais e anteriores à realização dos trabalhos, as orações antes de sair de casa, a tentativa de eliminar todo o tipo de vergonha e receio que pudesse ter de mostrar que sou filha do Rei dos reis, a minha vontade de me implementar em projectos que possam vir à cabeça, ainda que temporários:
- mensagens em papeizinhos;
- "eu sou o que visto";
- livro do tipo meditacional;
- contacto à distância;
- estudos bíblicos.

E que o próximo GYC aqui em Portugal seja ainda melhor do que este! Mesmo que não tenha tantas facilidades de ir por não ser em Aveiro, espero estar presente, nem que falte de novo às aulas! Uahuahuah

Deus seja louvado porque, mesmo depois de tanto trabalho que tenho tido este semestre, tenho experimentado o que aprendi, tenho passado tempo com Deus e estudado, e este fim-de-semana sinto-me tão livre e sossegada a nível de trabalhos, que tenho tempo para escrever esta postagem, baixar coisas que preciso e ainda estudar para o dia de amanhã em investiduras!
DEUS É GRANDE +.+

You Might Also Like

0 comments

Having a good time reading? Please leave us a comment below!

Responsive World Map

Footer Menu




Instagram

Footer social

TERMS AND CONDITIONS
|
PRIVACY POLICY