Pílula =/

Esta postagem vai ser um pouco diferente, digamos. Como mulher (que normalmente não é o titulo que me dão, uma vez que nem parece q vou para...

Esta postagem vai ser um pouco diferente, digamos. Como mulher (que normalmente não é o titulo que me dão, uma vez que nem parece q vou para a universidade xD), tenho uma vontade de desejar a todas as pessoas do sexo feminino que tomem as devidas atenções antes de realmente desejarem começar a tomar coisas que possam dar cabo do corpo delas.
E sim, estou a falar da coisa mais óbvia, que penso que nunca se deixará de falar dela, a pílula.
É verdade que ela tem salvaguardado a estabilidade de muitas famílias e a seguranças de muitos casais, mas também é verdade que ela tem levado muita mulher à depressão e ao desespero consigo mesma.

Estou tão irritada com esta história, que já não é a primeira vez que me apeteceu escrever sobre isto, e não é vergonha nenhuma falar do meu caso pessoal. Sou mais uma das pessoas a que chamam de "irregular", e às quais agora os médicos dizem que são coisas as quais devemos resolver. Tudo começou porque me faltou 4 meses, e isso já era caso de morte. Fui à pessoa errada, e foi-me dada uma das mais velhas, que foi argumentada como sendo fraquinha e recente -.- Sei que em 5 meses, vi a minha vida a andar para trás, e a balança a aumentar 6kg. A sensação é horrível, não porque uma pessoa tenha a mania das gorduras, mas porque sente que nada do que faz dá resultado.
Nunca fui de ligar mesmo ao que comia ou ao que fazia, sempre comi muito e era muito irrequieta, mas tava-me nas tintas para o que tinha. Era saudável, e não me chateava por ser assim ou assado. Metia-me confusão o porquê das outras pessoas terem de fazer dieta.
À cerca de um ano e meio atingi finalmente o meu estado ideal, e foi precisamente quando comecei a tomar aquela coisa idiota -.-' Os dois primeiros meses nem notei nada, mas a partir daí as diferenças começavam a ser visíveis. Eu, como nunca fui de ligar àquilo q tinha, não notava que estava a engordar a toda a velocidade e que a culpa era da pílula. Quando me avisaram, já eu tinha uma barriga do tamanho de sei lá o quê, e as minhas pernas tinham ganho algo que eu nem tinha dantes, nem tinha notado q tinha ganho, já que eu nem ligava a ver-me ao espelho -.-' Pensava que o peso era pqausa do que eu andava a comer, e nao ligava minimamente.
O terror foi no 4º/5º mês. Assim que comecei a aperceber-me do que se estava a passar, comecei a deixar de comer tanto, e fazia imenso exercício físico. Ainda assim de nada adiantava, e os resultados pioravam. Decidi largá-la, e passei o ano seguinte a fazer de tudo por tudo para voltar ao normal (na balança consegui, nos resultados, nem por isso =/)

Dois meses normais, 6 meses "de férias". Fui a uma especialista, e ela dizia que eu não podia ficar assim, que isso poderia provocar um envelhecimento precoce e problemas ósseos, e blablabla, e depois de ouvir a minha história toda e o medo que eu tinha de voltar a tomar aquela coisa, disse-me que a que ela ia receitar sim, era a mais nova (e eu lembrava-me de ter ouvido falar muito bem dela, e isso aliviou-me).
Dois meses, tudo na mesma. Eu já andava numa espécie de dieta (nunca me imaginei nisto, e eu que gostava tanto de petiscar T_T), corria dia sim dia não, e já tomava outros cuidados, então esperei que nada acontecesse. Terceiro mês, lá voltaram os sintomas todos. Passei a correr todos os dias, e nada feito.

Vou desistir de vez disto. Quero lá saber se eu fico velha mais cedo ou isto ou aquilo. Sei que de uma forma ou de outra eu destruo o meu corpo, mas acho que a medicação ainda é pior (foi graças a ela q fiquei 6 meses de ferias, basicamente -.-'). Sou daquelas pessoas, como muitas outras, que simplesmente não resulta comigo. A sensação de estar a fazer de tudo para me manter a mesma e não conseguir é horrivel. Tenho saudades de não andar preocupada porque tenho de correr, ou beber muita água, ou não poder comer doces, ou isto ou aquilo. Nunca me preocupei com isso mesmo e sempre estive tão bem, não tivessem sido aqueles malditos 5 meses e eu não tinha nada do que tenho agora :( Por isso mesmo, não vou esperar que dois meses mais dêem cabo de mim, já me chegou este 3º que já me está a tirar do que andava -.-'



(tipo, diferença -.-')


Falar com uma mulher que se tenha dado bem com alguma, é bem obvio o resultado: ela dirá que é só experimentar outra, e que as pessoas usam-se dela para justificarem o aumento de peso e falta de exercício.
Mas isso não é verdade, porque todos os corpos são diferentes.
Eu aconselho a quem começar a tomar que seja rigorosa no controlo, para perceber se lhe afecta ou não, para não deixar arrastar e depois andar mal consigo mesma.



Depois de tudo, eu penso sinceramente nas mulheres que à uns anos atrás passavam pelo mesmo, e elas não faziam nada por isso. Por isso acho que prefiro ser como sempre fui, afinal de contas, foi a partir do momento q eu decidi tomar alguma coisa que eu estraguei tudinho -.-'

You Might Also Like

0 comments

Having a good time reading? Please leave us a comment below!

Responsive World Map

Footer Menu




Instagram

Footer social

TERMS AND CONDITIONS
|
PRIVACY POLICY