Foi por pouco... tempo :(

Era novidade e tudo não passaria de um hábito. Dei por mim a começar a sentir-me demasiado em casa e a ter uma motivação enorme de ali esta...

Era novidade e tudo não passaria de um hábito. Dei por mim a começar a sentir-me demasiado em casa e a ter uma motivação enorme de ali estar. Eu sentia que havia interesse: interesse em saber se nós estávamos cansadas ou não, se estávamos a gostar ou não, como nós vivíamos, o que queríamos seguir, religião, família, tudo isso importava.
As horas passavam rápido, divertiamo-nos, e ainda éramos premiadas com elogios a torto e a direito.
Aquela troca de nomes irreversível, aquela preocupação com o cansaço que nem existia, vou sentir alguma falta disso, mesmo.
São personalidades tão difíceis de encontrar: É aquele tipo de pessoa passiva e ao mesmo tempo carinhosa, mas que sabe pôr respeito. É aquele tipo de pessoa que percebe as coisas à primeira, que fala baixinho como quem não quer a coisa, e logo de seguida fala normal como se nada fosse. É aquela simplicidade e ao mesmo tempo aquela electromagnética que nos puxa e faz sentir que não existem barreiras de "eu sou superior e vocês inferiores".


Se fosse como à uns anos atrás eu me agarrava ao Caixeirinho, e fosse em contextos diferentes, ele é talvez o tipo de figura que eu sempre gostei de baptizar de pai, por ser algo tão raro.


Só sei dizer que em tão pouco tempo ele conseguiu se tornar como que num ídolo para mim. Se eu fosse homem, juro que queria ser como ele.
Nem conseguia-me mentalizar que as coisas iriam mudar, porque era aquela motivação e alegria que me levava a gostar de gastar as minhas tardes livres numa coisa daquelas.



Agora sente-se aquela falta dele, ainda que ele esteja perto. A cabeça perde-se, volta com as brincadeiras e os berros que dantes não haviam. Olho para o lado, ele sorri e tenta disfarçar a atenção própria dele para tudo e mais alguma coisa.
Vem ter comigo, e delicadamente acaba por expor tudo aquilo que eu penso. Sinto-me um pedaço de vidro transparente. "Eu crio um ambiente diferente", "Eu compreendo...", "hoje sinto que não são as mesmas...", "mas têm que facilitar as coisas...". Continua a sorrir, como se compreendesse que nós queríamos que fosse ele a estar ali.



Só espero que ele tenha consciência daquilo que ele realmente é e que não mude nunca. Hoje em dia está dificil de achar pessoas verdadeiras e de tão bom caracter! +.+

You Might Also Like

1 comments

  1. Hoje, mais uma vez, ele mostrou-me que eu posso contar com ele, que ele se importa comigo e que, por mais coisas que me preocupem, ele está la para me dar na cabeça se for preciso xD
    Obrigada *_*

    ReplyDelete

Having a good time reading? Please leave us a comment below!

Responsive World Map

Footer Menu




Instagram

Footer social

TERMS AND CONDITIONS
|
PRIVACY POLICY