Mundo da Leitão (?)

É certo que não podemos ser sempre felizes na vida, porque se não, não saberiamos o que é a verdadeira felicidade. O meu feedback negativo t...

É certo que não podemos ser sempre felizes na vida, porque se não, não saberiamos o que é a verdadeira felicidade.
O meu feedback negativo tem funcionado extremamente bem, ainda por cima quando tenho pessoas que o estimulam :)
Aquela quinta e todos os momentos que tenho passado com eles têm sido a prova concreta de que eles são verdadeiros e que, é nestas alturas que se notam quem são os verdadeiros amigos.
Depois daquele triste momento (--') mas que realmente foi necessário para tomar uma decisão decisiva, não tive outra solução se não me agarrar a quem me podia ouvir. Àquilo que se passou juntou-se o que anteriormente outras pessoas também viram se passar e inevitavelmente, fiz 2+2 e comecei a ver à quanto tempo exactamente aquilo andava a acontecer.
Mas é graças a eles, que ameaçam agir, que me apoiam e ajudam, que esta fase tem se passado bem e só consigo olhar para o "burro" que foi o substituto do "cavalo" (pelo menos é o que a Carina diz :p) com cara de desprezo.
E eis as provas que dou para explicar a importância deles na minha vida neste momento e não só :)



Dias anteriores
Nos anos da martinha é que foi abarrotar na Hangar :O Com aqueles dois que lá andavam (um que parecia o michael jackson e o outro que se metia no meio do nosso grupinho pa dançar O.o) E a cláudia, ai :p E as misturas de som que fizeram foram brutalescas @.@ Amei mesmo :) (verdade que fez um mês que coiso, mas ainda assim foi porreiro :D)
E a nossa lição de bio em que comemos os croissants da mãe do bixo (*_*) e que ainda sobrou comida pas outras aulas que nem eram lições 100 (?) ahahahaha foi de morrer x'D




Quinta-feira, 25 de Março
Fora a parte do gimnodesportivo, que foi algo que precisei mesmo (e que o zé foi o mais me aturou :S), e a parte em que o helderzinho subiu imensos pontos na minha consideração (e continuou a subir ao longo dos dias), foi a hora de almoço espectaculher *_*
Chegamos ao croissant, estava tudo absolutamente LOTADO. Esperamos e uma coisa eu garanto: no momento em que nos sentamos, e começamos a festa, em 5 minutos o croissant ficou VAZIO. E só não nos mandaram embora, porque tinhamos de pagar pelo que comemos ahahaha. Entre uma data de bófias que fizemos, a martinha a mandar no Caiado e entre outras coisas, só faltava par finalizar, a cadela x'D Foi mesmo bruto!


Sexta-feira, 26 de Março
E a sexta, último dia de aulas do 2º Período, conseguiu ultrapassar todos os limites! :p Após aquele questionário estúpido que se não bebiam nem consomiam drogras passvam para pergunta 33 e a 44 (ou algo do género xD), e o bixo dizer após sairem algumas pessoas que "é obvio de mais" ahahahahah, fomos ter fisica *_* Mas a parte da tarde foi a melhor. Passei a hora de almoço a tentar convencer a Lia a me dar um cuyação, e depois de PDR ainda tivemos a cantar (bruta festanço) no poli a cantarmos músicas ao som da guitarra da Lia, tocada pelo Caiado xD Burritooooooooo! E o stor de ODD ouviu-nos a cantar e a tocar quando ia para a sala de professores, parou, olhou para nós. E finalmente desceu, e veio tocar para o Caiado ahahahahahaa :p Na aula de ODD a Carina e o Caiado tiveram uma boa performance ao dançar rancho para sairem. E finalmente quando decidi cantar as pombinhas (que já tinha cantado á pita com puchinhos na aula de Psicologia e que deixei o bixo e o ze chocados x'D), ganhamos todos coragem e para sairmos mais cedo, fizemos todos o comboiozinho e cantamos a musica do comboio (e o Tony fez o uh-uh xD). E como ainda era muito cedo (e nao qeria ver ninguém com ditos chapéus de chuva xD), fomos até à central. E começamos a gaguejar, um homenzinho pensou que a carina era estrangeira e começou a falar para ela com gestos e tudo xD Então decidi falar japones, e tanto eu como ela como o Caiado andavamos a falar japones (ainda que só eu dissesse alguma coisa com lógica xD). No final, quando passou o 17, despedimo-nos com um "sayonara" e curvámo-nos ahahahahahaha x'D Acho que realmente passaram a achar que sou japa :O





Nesta história toda, eu devo muito a algumas pessoas na minha vida.
Aos meus colegas de turma em geral. Claro que há uns que mais do que os outros (e outros possívelmente nem nada, neh? :P), mas posso falar especialmente da Loira, Maria João (já não chamo Jonas que faz lembrar-me de outras coisas :S) Martinha e Carina, que passam a vida a defender-me e a me apoiar, ao que foi quem me aturou na altura, e que foi o primeiro a apanhar com a situação (:S) e quem tem se mostrado alguém também muito importante, à Sónia que disse na cara o que ele é, ao Pina (mas esse ate teve direito a uma postagem :P), a Patrícia que está a par de tudo, que diz o que pensa e que tem tanta raiva à outra como eu (e por motivos bem parecidos) e que parece a dona sábia :D, a Cátia que sempre está lá para tudo, à minha Daniela que foi graças a ela que esta história começou e por não me arrepender, ainda assim agradeço-lhe :D, ao Marco que tem compensado a história que se passou pelo amigo que tem sido neste momento e sempre foi quem me tem ajudado mesmo, ao Patrick que prefere sempre se deixar pelo silêncio e pelo sorriso, à Shia e à Cheilita que, por estarem a par da história e por não poder estar com elas pedi um tempinho para falar sobre o assunto quando tudo estivesse claro e eu estivesse mais recomposta (algo que já está xD), ainda a Joana que recorre a ameaças e tentou esconder o que viu até descobrir se é verdade, bem como o Tiago e o Caiado :) e até mesmo à Ana que vive a vida a reflectir esta história na dela x'D e a todas as pessoas que ficam O_O e olham para mim do tipo "não acredito".




- Aqui alguém gosta da Daniela?
(sem resposta)
- Da Daniela não, mas da Leitão toda a gente gosta!
ahahahaha
Porque se não nascemos com a auto-estima elevada, temos que trabalhar para isso! :p

You Might Also Like

0 comments

Having a good time reading? Please leave us a comment below!

Responsive World Map

Footer Menu




Instagram

Footer social

TERMS AND CONDITIONS
|
PRIVACY POLICY