Lembro-me...

Depois de tanto tempo sem ter postado nada, agora há algo que eu queria dizer... algo que acho que nunca me vou esquecer... uma vida que ...


Depois de tanto tempo sem ter postado nada, agora há algo que eu queria dizer... algo que acho que nunca me vou esquecer... uma vida que sempre quis manter e nunca desistir dela...

Lembro-me daquelas noites em que apanhava frio com as melgas a picarem-me todas e eu mesmo assim sentia-me bem... tinha desistido de pôr replente pois quanto mais punha, mais elas me picavam... era algo que rialmente não conseguia mudar...
Mesmo que estivesse a apanhar uma seca e quase não ouvisse o que eles diziam, eu estava bem... foi numa dessas reuniões há noite que "alguém" me amaxou contra "alguem" xD

Lembro-me também das nossas viagens.... aquelas em que estavamos tão ansiosas para chegar lá, que chateáva-mos o Milo, o Caixeiro, o Rui, fosse quem fosse que conduzisse, a ponto de acabarmos por adormecer... A parte que mais custava era quando nos mandavam fazer o "chek-in" com fotos =D

Naquele primeiro ACNAC que tive... lembro-me que a única coisa que eu sabia é que era igual aos ACRES, mas um pouco maiorzinho... pode-se dizer que não... que era algo diferente... algo que eu concertesa nunca iria querer largar...
A única coisa que estava habituada a fazer era tições, tições... ainda consigo ver como se fosse ontem o rafael a dançar com a lia e a deixá-la quase cair ao chão enquanto deviamos estar a descansar. Mas os tições de Viseu tinham a energia acumulada... e era impossível pará-la... Bom... pode-se dizer que essa energia não nos serviu para nada quando deveriamos usar os olhos para procurar os pequeninos pregaminhos que estavam dentro da área com os stiklides.
Mas... essa energia bastava para me fazer sentir bem... Bom... acabámos por ganhar... Ainda consigo ouvir o Rafa a dizer: "fogo, ela disse-me: por acaso tenho cara de apito? E não é que tinha mesmo?" nunca acreditou que ela não tinha o apito...

Outro ACRE, aquele em que estavam sempre á nossa procura e nós no parque... aquele em que metiamo-nos com o pobre cisne do lago, aquele em que eu perdi a minha cena que diz "VISEU", aquele em que ficamos ate as 3 da manha ca fora por causa dp raio das aranhas e depois eu acordei da pior maneira =D, aquele em que tentamos um montão de vezes acordar e acordava sempre um de nos mas nunca acordava os outros...

Falando em ACRE... posso-me lembrar do... acho eu, meu último ACRE... aquele em que fomos jogar Basebol com um certo grupinho =D Uma bola foi parar ah arvore e o resto ficou por contar, tal como "alguem" mandar a bola com uma força que a menina Lia teve que fugir para não levar com o taco na bola =D Aquele em que eu, a Sara e a Lia ficamos a lavar o caxo da tapioca, aquele em que fomos po rio gelado com a Dayane, aquele em que estavamos a tentar passar por atalhos para não vermos certas pessoas e elas aparecem-nos a frente de cara chapada, aquele em que fomos a agua de livre vontade e ainda nos deram um chocolate, aquele em que nós comemos a massa deliciosa da bela em vez de comer tapioca (e mesmo assim lavei o taxo :S) e ianos dando uma indigestão, aquele em que ficamos em vez de ficarmos sentados a esperar pela reunião, a jogarmos futebol as escuras e nem seker sabiamos onde eztavamos (eu ainda markei uns golinhus :p), aquele em que era suposto irmos para o rio, mas nos nem keriamos nem nada =D, aquele que foi... em fim, tudo e mais alguma coisa =D AMEI

You Might Also Like

2 comments

  1. Lia- sim, sou eu!14 June 2008 at 17:18

    MEU DEUS... kando me ponho a relembrar isso, fico... COMOVIDA! ... protos, MT COMOVIDA e tu sabes k n é kalker coisa k me comove, ker dixer só os CALÇÕES BRANCOS (nunca me hei de eskecer dakela cor), do rio, da indigestão... nunca me vou eskecer desses momentos até pk mesmo k tentasse n ia conseguir pk... estavas lá comigo. AKELA GRANDE AMIGA k ñ interessa onde ela esteja vou sempre gostar mt dela e sentir imensas sauddx dos tempos em k éramos as 3: Lia, Dani e Sara.

    "Lembro-me... e nunca me vou eskecer"

    Tdx os grandes momentos k passamos... a durmir xoxinhas do lado da garagem e a ouvir (os cães) a latiram e baterem na porta... De cantar FLORIBELLA e de a mãe da Sara lá ir...
    não foram akeles momento... foram OS NOSSOS MOMENTOS

    AMT PARA SEMPRE

    ReplyDelete
  2. Lia- Continuo a ser eu14 June 2008 at 17:20

    E não me posso eskecer do Strunffinho... akela musica... lool
    beijos **************

    ReplyDelete

Having a good time reading? Please leave us a comment below!

Responsive World Map

Footer Menu




Instagram

Footer social

TERMS AND CONDITIONS
|
PRIVACY POLICY